domingo, 18 de maio de 2008

Musicas do Fundo


Cada década tem uma característica musical. Será mesmo assim? Tenho muitas dúvidas pois em 10 anos aparece tanta coisa diferente que me parece dificil compilá-las sob um tema comum a não ser que esse tema seja: "musicas que foram editadas na década de tal" e esse é um tema superficial para não dizer pueril.


Lançado o mote, pergunto: o que tem a década de 80 de tão musicalmente apetecível que todos os bares tenham uma noite a ela dedicada, de 30 em 30 dias?

Resposta: a depressão.


Senão que sentido faria ouvir de novo o que já foi feito? Os anos 80 foram depressivos e isso reflectiu-se na música e nos comportamentos. Os anos 70? Tão excessivos que só o revivalismo faz puxar mocas que se pensava estarem recalcadas! Não, os anos 80 são os anos do "Ó tempo, volta pa trás!" São os anos do "Não conseguimos tirar satisfação suficiente do nosso quotidiano, por causa do cavalo e então temos q andar a ouvir a mesma coisa, over and over."


Os anos 80 foram brilhantes, lançaram musicos que fizeram os anos 90. MAS ESSES NAO SAO OS MUSICOS QUE SAO LEMBRADOS!!!

So se lembram do que era feito em cadeia na altura. Aquilo que encaixava no molde. E, pior do pior: hoje em dia ainda sai esse prato. Bolorento e bafiento.

Se a ASAE sabe...

1 comentário: